MULHERES ADMIRÁVEIS: FLORENCE NIGHTINGALE - Da Literatura

08/05/2020

MULHERES ADMIRÁVEIS: FLORENCE NIGHTINGALE



Todas as sextas-feiras, Lidiane Bach Leandro, do Rascunhando Silêncios, e eu publicamos sobre a vida de MULHERES ADMIRÁVEIS.

Aproveitem para conhecê-las! 
😍

Nossa MULHER ADMIRÁVEL desta sexta-feira é FLORENCE NIGHTINGALE.





Florence Nightingale nasceu em Florença no dia 12 de maio de 1820. Ainda criança, foi morar na Inglaterra e como era filha de milionários, foi aluna do King’s College de Londres. Em uma viagem ao Egito, visitando hospitais, despertou sua vocação para a Enfermagem, apesar de, na época, não ser considerada uma atividade digna.

Florence foi para a Turquia, em 1854, durante a Guerra de Crimeia para cuidar dos soldados ingleses. Chegando lá, encontrou um hospital em péssimas condições: praticamente sem suprimentos e infestado de ratos e pulgas. Sem pensar duas vezes, tomou a frente da situação, higienizando (antes mesmo de se falar em assepsia, Florence já entendia sua importância) o local e zelando pela vida dos doentes, muitas vezes batendo de frente com os médicos pela manutenção da vida dos pacientes.






Ela passava noites em claro cuidando e acolhendo os doentes e por isso ficou conhecida como a Dama da Lâmpada – a lâmpada é um dos símbolos da Enfermagem em sua homenagem.

Florence, no retorno à Inglaterra, foi recebida como heroína, mas com sua saúde debilitada. Mesmo assim, ainda trabalhou muito na criação de escolas de enfermagem e na reforma sanitária dos hospitais militares e quartéis. Apesar do estímulo recebido da Rainha Vitória, a oposição de Nightingale ao Ministério da Guerra persistia, pois este não via sentido nas suas ideias em tempo de paz.








Florence escreveu dois livros: “Administração Hospitalar do Exército” e “Comentários sobre Questões Relativas à Saúde”. Com suas contribuições as reformas foram realizadas e um hospital foi construído. Em 1860, inaugurou a Escola de Enfermagem do Hospital Saint Thomas, em Londres. Em 1883, Florence recebeu da rainha Vitória, a Cruz Vermelha Real, e em 1901, tornou-se a primeira mulher a receber a Ordem do Mérito. O Dia Internacional da Enfermagem é celebrado em homenagem ao seu nascimento.
Florence Nightingale, a mãe da enfermagem moderna, faleceu em Londres, no dia 13 de agosto de 1910.






Gostou da nossa mulher admirável? Tem alguma mulher que você gostaria de ver aqui? Manda mensagem para a gente!



Ana Karina (ou só Karina) é a criadora e autora do blog Da Literatura. É gaúcha de Porto Alegre, geminiana tagarela e mãe da Capitu e do Bilbo. Atua como professora de Literatura e Língua Portuguesa da rede municipal e ama a sua profissão. Viciada em livros, cinema, arte e cultura geek. Adora viajar, conversar e fazer piadas sem graça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário