IT - Capítulo 2

05/09/2019






Data de lançamento: 05 de setembro de 2019 (2h 50min)

Direção:  Andy Muschietti
Elenco:  Bill Skarsgård, James McAvoy, Jessica Chastain, Bill Hader, Isaiah Mustafah, Jay Ryan, James Ransone, Andy Bean.
Gênero: Terror



Sinopse: 27 anos depois dos eventos de "It - A Coisa", Mike (Isaiah Mustafa) percebe que o palhaço Pennywise (Bill Skarsgard) está de volta à cidade de Derry. Ele convoca os antigos amigos do Clube dos Otários para honrar a promessa de infância e acabar com o inimigo de uma vez por todas. Mas quando Bill (James McAvoy), Beverly (Jessica Chastain), Ritchie (Bill Hader), Ben (Jack Ryan) e Eddie (James Ransone) retornam às suas origens, eles precisam se confrontar a traumas nunca resolvidos de suas infâncias, e que repercutem até hoje na vida adulta.


Assisti a It – Capítulo 2 (It Chapter Two), com a sensação de encerramento de um ciclo. Desde que comprei o livro em 2015 e realizei a leitura com alguns amigos no ano de 2017, tenho a lembrança do terror que senti quando vi pela primeira vez o Pennywise da adaptação de 1990. Nessa época, eu era uma criança. Um pouco mais jovem que os personagens principais do livro, no entanto, aquele palhaço me deixou completamente desesperada durante anos da minha vida, toda vez que ia ao banheiro e pensava “e se eu escutar crianças me chamando pelo ralo da pia?”.

Queria muito saber como iria terminar essa nova adaptação, já que achei bem diferente o capítulo 1 e fiquei na dúvida de como os roteiristas iriam resolver algumas questões que considerei bastante problemáticas pelo fato de dividirem o filme em duas partes e em ordem cronológica. Para mim, uma das grandes habilidades de Stephen King é, justamente, a maestria com que ele trabalha as lembranças dos personagens do livro e os constantes flashbacks. Pensava que transformar a narrativa para o cinema de forma linear seria ignorar o que considero de melhor do talento desse escritor.



Nesta parte 2, então, temos o Mike (Isaiah Mustafa) como o grande condutor da narrativa, quando ele telefona para os seus amigos a fim de pedir para que eles honrem a promessa feita há 27 anos. Na infância, Bill (James McAvoy), Beverly (Jessica Chastain), Ritchie (Bill Hader), Ben (Jack Ryan), Eddie (James Ransone), Stan (Andy Bean) e Mike prometeram que se o inimigo voltasse, eles retornariam a Derry e o destruiriam de uma vez por todas. Assim, o Clube dos Perdedores reúne-se novamente.



A questão é que voltar às origens não é algo tão simples. Cada um deles precisa lidar com os traumas vividos e nunca superados de suas infâncias. A cada rua, a cada prédio, praça, cinema e demais lugares pelos quais eles vão passando, o passado ressurge como a enchente do rio Kenduskeag, que inunda a margem no Barrens.

Gostei bastante dessa adaptação. O elenco é muito bom. Gosto demais do James McAvoy e da Jessica Chastain e já tinha ficado bem animada com a escolha dos atores para esses personagens. Bill Hader como Ritchie Tozier está ótimo também, apesar de eu ter achado ele bastante sombrio ao invés de engraçado, como costuma ser o personagem. E, novamente, a atuação de Bill Skarsgård como o palhaço Pennywise está sensacional.



As cenas dos personagens reencontrando os locais em que frequentavam em Derry são muito legais. Duas chamaram bastante a minha atenção e considero as melhores do filme inteiro: quando Beverly vai ao seu antigo apartamento e se depara com a atual moradora do lugar. A tensão da cena vai desde o sorriso da velhinha, a música de fundo, as sombras dos espaços e a aparição de Pennywise. A segunda cena que, para mim, é a melhor do filme: quando Bill Denbrough passa por uma loja de antiguidades e encontra a sua antiga bicicleta, a Silver. É uma cena engraçadíssima e com uma participação muito especial. <3




Como disse, It - Capítulo 2 é um bom filme, no entanto, me incomodou em alguns aspectos. Sinceramente, o terror que o livro traz e que, de certa forma, manteve-se na adaptação de 1990 e em It parte 1 perdeu-se. Não achei que o filme aterroriza. Não creio que tenha me dado medo, na real. Essa parte me decepcionou bastante pois realmente tive pavor do Pennywise durante muito tempo da minha vida. Mas agora não tive... Tanto que em várias cenas pensei que aquela galera poderia ter resolvidos seus traumas com sessão de terapia pois me parecia um delírio coletivo, talvez. Ou talvez agora, eu adulta e da mesma idade daqueles personagens, não tenha mais medo de palhaços... (Mentira, tenho sim!)

Com medo de palhaços ou não, lido o livro ou não, recomendo muito! A estreia é hoje! Corre!

Assista ao trailer




Ana Karina (ou só Karina) é a criadora e autora do blog Da Literatura. É gaúcha de Porto Alegre, geminiana tagarela e mãe da Capitu e do Bilbo. Atua como professora de Literatura e Língua Portuguesa da rede municipal e ama a sua profissão. Viciada em livros, cinema, arte e cultura geek. Adora viajar, conversar e fazer piadas sem graça.

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário