Sétima Arte [para crianças] - A Pequena Travessa

11/07/2019



Eu gosto de filmes infantis. Talvez seja essa parte criança de mim que nunca morreu por completo e que eu insisto em alimentar, manter viva. E aí então eu consigo ver em filmes infantis como os do Robert Rodriguez (Pequenos Espiões, Sharkboy & Lavagirl, A Pedra Mágica) uma graça que os outros adultos da minha idade não vêem e nem entendem.



Acho que talvez por isso o trailer de A Pequena Travessa (Liliane Susewind: Ein tierisches Abenteuer, no original) tenha chamado tanto a minha atenção. Apesar de eu não curtir muito filmes com animais que falam, aquele tinha algo que eu não sabia bem explicar, mas que na hora me deu vontade de convidar minha sobrinha de 8 anos para me acompanhar na sessão.

A Pequena Travessa é uma produção alemã que em nada deve aos filmes hollywoodianos. Eu consigo encaixá-lo na mesma gaveta dos filmes bacanas infantis, como os do Rodriguez que eu citei e outros, como Diário de um banana, por exemplo. O roteiro é simples, tão inocente e infantil que parece que foi escrito por uma criança (no ótimo sentido!). A fotografia é linda e as locações em vilarejos do interior da Alemanha ajudam muito nisso!



Baseado em uma série de livros infantis, ele conta a história de Liliane Susewind (Malu Leicher), uma menina especial que consegue falar com animais, como uma versão criança do Dr, Dolittle - o que rendeu ao filme o título Little Miss Dolittle na versão americana. Por conta de seu dom, Liliane está sempre aprontando confusões e forçando sua família a se mudar de cidade frequentemente. pois sua mãe - uma repórter de tv - acaba sempre perdendo o emprego graças ao que ela apronta. Seu pai, um escritor meio avoado que está sempre imerso em suas histórias, não consegue sustentar a família sozinho, então os 3 e o cãozinho Bonsai se mudam pela milésima vez e Liliane entra em uma nova escola e promete à sua mãe que vai arrumar amigos humanos e parar de falar com os animais. Mas logo no primeiro dia de aula, sua escola leva os alunos a uma tarefa de campo: ajudar nos preparativos para a reabertura do zoológico da cidade. Isso acaba tornando a promessa de Liliane difícil de ser cumprida, pois ela acaba descobrindo que os animais estão sendo roubados do local à noite.

E o resultado é uma aventura de sessão da tarde, com ótimos atores mirins, situações dignas de desenho animado e uma inocência que enche os olhos. A Pequena Travessa é uma ótima surpresa que estreia hoje nos cinemas e que vale levar os filhos, sobrinhos, netos ou até algumas crianças grandes - tipo eu - para ver.

Luis é podcaster, criador do Geekburger, resultado de uma vida inteira de filmes ruins, cultura pop, hardcore/metal e faz burgers bons pra c#*@O!

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário