MULHERES ADMIRÁVEIS #13: Camille Claudel

14/06/2019


Oi, gente! 

Para quem está acompanhando, todas as sextas-feiras, Lidiane Bach Leandro, do Rascunhando Silêncios, e eu publicaremos sobre a vida de MULHERES ADMIRÁVEIS.

Aproveitem para conhecê-las! 😍

Nossa MULHER ADMIRÁVEL desta sexta-feira é a CAMILLE CLAUDEL.




Camille Claudel nome artístico de Camille Athanaïse Cécile Cerveaux Prosper nasceu em Fère-en-Tardenois, em uma região que fica ao norte da França, em 08 dezembro de 1864.


Camille teve dois irmãos, Louise e Paul, que mais tarde se tornou o famoso poeta e dramaturgo Paul Claudel.

Ela era fascinada por pedras e rochas quando era criança e demonstrou talento em modelagem de argila desde cedo. Seu pai procurou dar a ela uma oportunidade de estudar arte, e ele a enviou para estudar na Académie Colarossi, uma das poucas academias de arte aberta para mulheres, depois foi estudar com Auguste Rodin.




Aos 19 anos, tornou-se amante de Rodin - que nunca abandonou a esposa. Em 1892, após sofrer um aborto, ela decidiu se afastar de Rodin.

Ela sofreu preconceito pelo fato de ser uma mulher inserida no universo dos escultores e por ser acusada de copiar o trabalho de Rodin – o que a levou a destruir muitas esculturas – acusando o amante de ter roubado e assinado como se fossem dele.




Em 1905, após anos sofrendo um relacionamento abusivo com Rodin, Camille foi diagnosticada com um transtorno mental, sendo internada à força pelo irmão em 1913, mesmo seu irmão tendo sido alertado, muitas vezes, pelos médicos sobre não ser necessário deixar a mesma em um hospício. Ficou internada por 30 anos, sem qualquer tipo de comunicação com o mundo exterior ou visitas. Só era permitido o contato com o irmão, que foi vê-la somente 7 vezes.

Camille faleceu em 1943 e foi enterrada em uma vala comum da própria instituição. Após anos de obscuridade e incompreensão, Camille Claudel finalmente ganha um museu com suas obras em 2017.




Filmes inspirados na vida e obra de Camille Claudel


Gostou da nossa mulher admirável? Tem alguma mulher que você gostaria de ver aqui? Manda mensagem para a gente!


Ana Karina (ou só Karina) é a criadora e autora do blog Da Literatura. É gaúcha de Porto Alegre, geminiana tagarela e mãe da Capitu e do Bilbo. Atua como professora de Literatura e Língua Portuguesa da rede municipal e ama a sua profissão. Viciada em livros, cinema, arte e cultura geek. Adora viajar, conversar e fazer piadas sem graça.

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário