MULHERES ADMIRÁVEIS #12: Maria Tereza Pádua

07/06/2019


Oi, gente! 

Para quem está acompanhando, todas as sextas-feiras, Lidiane Bach Leandro, do Rascunhando Silêncios, e eu publicaremos sobre a vida de MULHERES ADMIRÁVEIS.

Aproveitem para conhecê-las! 😍

E já que estamos na Semana do Meio Ambiente, a nossa MULHER ADMIRÁVEL desta sexta-feira é a MARIA TEREZA PÁDUA.






Maria Tereza Jorge Pádua é engenheira agrônoma e um dos nomes mais importantes quando o assunto é meio ambiente no Brasil. É conhecida também como a “mãe dos parques nacionais do Brasil” devido ao seu esforço em implementar reservas e parques.

Ao longo de sua vida profissional, ela teve papel fundamental na criação de mais de 15 parques nacionais e Unidades de Conservação (UCs) no país, áreas designadas pelo governo como locais de proteção da fauna e flora e preservação da biodiversidade brasileira. Entre os mais de 9 milhões de hectares protegidos estão, por exemplo, a Chapada Diamantina, a ilha de Fernando de Noronha, o Pico da Neblina e a Serra da Capivara.




Durante 18 anos, a ativista trabalhou no Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal (IBDF), órgão que precedeu o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).
Em 1981, recebeu o prêmio J. Paul Getty Wildlife Conservation Prize com Paulo Nogueira Neto por seu papel em implementar parques nacionais e legislação ambiental no Brasil e defender uma rede de estações de pesquisa ecológica. Em 1986, ela criou a Fundação Pró-Natureza (FUNATURA), uma das primeiras ONGs ambientais do país.




Em 2016, no Congresso Mundial de Conservação, o maior evento sobre o tema do mundo, ela foi condecorada com a medalha John C. Phillips. Maria Tereza Pádua foi a primeira brasileira e segunda mulher do mundo a receber tal distinção.

Mesmo após anos de trabalho intenso, aos 76 anos, Maria Tereza Pádua continua exercendo seu ativismo. É conselheira da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e membro do Conselho da Fundação Pró-natureza (Funatura) e da Comissão Mundial de Áreas Protegidas (WCPA) da UICN.




Gostou da nossa mulher admirável? Tem alguma mulher que você gostaria de ver aqui? Manda mensagem para a gente!

Ana Karina (ou só Karina) é a criadora e autora do blog Da Literatura. É gaúcha de Porto Alegre, geminiana tagarela e mãe da Capitu e do Bilbo. Atua como professora de Literatura e Língua Portuguesa da rede municipal e ama a sua profissão. Viciada em livros, cinema, arte e cultura geek. Adora viajar, conversar e fazer piadas sem graça.

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário