MULHERES ADMIRÁVEIS #7: Sueli Carneiro

03/05/2019



Todas as sextas-feiras, Lidiane Bach Leandro, do Rascunhando Silêncios, e eu estaremos publicando sobre a vida de MULHERES ADMIRÁVEIS.

Aproveitem para conhecê-las! 😍

Nossa MULHER ADMIRÁVEL desta sexta é a SUELI CARNEIRO.




Aparecida Sueli Carneiro Jacoel é uma das personalidades de nosso tempo que tem muito a nos dizer sobre a vivência da mulher negra brasileira e como o feminismo antirracista do Brasil pode contribuir para as lutas feministas do mundo inteiro.

Filósofa, doutora em educação pela USP, escritora, e ativista do Movimento Feminista e do Movimento Negro do Brasil, Sueli Carneiro é autora de artigos sobre gênero, raça e direitos humanos em publicações nacionais e internacionais.

A vida de Sueli Carneiro é repleta de feitos e atuações. Foi uma das lideranças do movimento de mulheres negras que se engajou na campanha pela abertura de uma vaga no Conselho Estadual da Condição Feminina de São Paulo, em 1983, que não possuía mulher negra dentre as 32 conselheiras.



Em 1988, fundou o Geledés - Instituto da Mulher Negra, primeira organização negra e feminista independente de São Paulo. Meses depois, foi convidada para integrar o Conselho Nacional da Condição Feminina, em Brasília. Em 1992, criou um plano específico para a juventude negra, o Projeto Rappers, onde os jovens são agentes de denúncia e também multiplicadores da consciência de cidadania dos demais jovens.

Sueli abraçou o propósito das cotas raciais nas universidades brasileiras e defendeu sua constitucionalidade em audiência pública que o Supremo Tribunal Federal (STF) realizou em 2010, sendo uma peça fundamental no processo de defesa da medida.




Mobilizada pela injustiça e indignação, a vida de Sueli Carneiro foi marcada pelo desejo de mudar uma realidade brasileira, sendo ganhadora do Prêmio Itaú Cultural em 2017 como uma das 10 pessoas que atuaram significativamente na vida cultural e social do nosso país.




Tem alguma mulher que você gostaria de ver aqui? Manda para a gente!



Ana Karina (ou só Karina) é a criadora e autora do blog Da Literatura. É gaúcha de Porto Alegre, geminiana tagarela e mãe da Capitu e do Bilbo. Atua como professora de Literatura e Língua Portuguesa da rede municipal e ama a sua profissão. Viciada em livros, cinema, arte e cultura geek. Adora viajar, conversar e fazer piadas sem graça.

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário