Sétima arte: Meu ex é um espião

23/08/2018


Eu nunca fui fã de filmes de espionagem, talvez porque eu não seja exatamente o público-alvo. Mas a comédia de ação Meu ex é um espião (The Spy Who Dumped Me), que estreia amanhã, 23 de agosto, conquista o espectador com a história de duas amigas que embarcam em uma aventura de espionagem, ao mesmo tempo em que faz graça de clichês dos filmes do gênero.

Dirigido por uma mulher (Susanna Fogel), o filme segue a linha de outros como o novo Caça-fantasmas (2016) ao trazer um subtexto feminista com leveza e muito humor.

No filme, Audrey (Mila Kunis) e Morgan (a engraçadíssima Kate McKinnon) são melhores amigas que vivem em Los Angeles. Depois que o namorado de Audrey, Drew (Justin Theroux), termina o relacionamento em uma mensagem de celular, ela acaba descobrindo que ele é, na verdade, um agente da CIA.


Fugindo de um grupo de assassinos, Audrey e Morgan embarcam para Viena para cumprir uma missão misteriosa, e no meio da confusão conhecem o agente britânico Sebastian (Sam Heughan, o Jamie Fraser da série Outlander).


Pulando de um país para outro, as espiãs amadoras têm que se virar para não serem pegas e para proteger um pen drive com informações cobiçadas por um grupo terrorista internacional.

O filme alterna ação com humor e foca a amizade entre as duas mulheres, que, juntas, acabam descobrindo que são capazes de realizar muito mais do que imaginavam.



Meu ex é um espião
Estados Unidos, 2018, 1h57.
Direção de Susanna Fogel. Com Mila Kunis, Kate McKinnon, Sam Heughan e Justin Theroux.

Priscila Zigunovas é jornalista e fundadora da Think, Mario Estúdio de Conteúdo. Escreve sobre cultura, educação, gastronomia e o que mais der vontade. Ainda sonha em ser patinadora do Carrefour.

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário