UMA DOSE DE TOLSTÓI: UMA LEITURA CONJUNTA DE ANNA KARENINA

15/08/2017

Oi, gente!

Hoje eu vim fazer um convite lindo para vocês. Para quem não sabe, há pouco mais de 1 mês eu e o querido Cadu Barzotto do canal Fetiche Literário iniciamos um projeto de leitura em conjunto. Ambos divulgamos essa ideia – que é de autoria do Cadu e eu me uni a ele porque me apaixonei pelo projeto – , e estamos aguardando os nossos seguidores maravilhosos (vocês!) a embarcarem em mais essa loucura literária a qual estamos propondo.

MAS QUE LOUCURA É ESSA, KARINA?


Uma Dose de Tolstói é um projeto que consiste, como eu disse anteriormente, em uma leitura em conjunto. No caso, da tão falada obra Anna Karenina (ou Anna Kariênina), de Liev Tolstói.






Título: Anna Kariênina | Autor: Liev Tolstói | Editora: Companhia das Letras | Ano de publicação: 2017 | Número de páginas: 808 |Gênero: Romance



Sinopse: Publicado originalmente em forma de fascículos entre 1875 e 1877, antes de finalmente ganhar corpo de livro em 1877, Anna Kariênina continua a causar espanto. Como pode uma obra de arte se parecer tanto com a vida? Com absoluta maestria, Tolstói conduz o leitor por um salão repleto de música, perfumes, vestidos de renda, num ambiente de imagens vívidas e quase palpáveis que têm como pano de fundo a Rússia czarista.
Nessa galeria de personagens excessivamente humanos, ninguém está inteiramente a salvo de julgamento: não há heróis, tampouco fracassados, e sim pessoas complexas, ambíguas, que não se restringem a fórmulas prontas. Religião, família, política e classe social são postas à prova no trágico percurso traçado por uma aristocrata casada que, ao se envolver em um caso extraconjugal, experimenta as virtudes e as agruras de um amor profundamente conflituoso, "feito de sombra e de luz”.


Compre o livro pelos links:


Liev Tolstói (1828 - 1910)

Para quem não sabe, Liev Nikoláievich Tolstói, mais conhecido em português como Leon, é considerado um dos maiores escritores de todos os tempos. Junto a Dostoiévski, Gorki e Tchecov, Tolstói foi um dos grandes nomes da literatura russa no século XIX. Suas obras mais famosas são Guerra e Paz, sobre as campanhas de Napoleão na Rússia e Anna Karenina – obra que vamos ler neste projeto – cuja temática é a denúncia do ambiente hipócrita da época.

Tolstói ficou famoso não somente pela sua carreira literária, mas também porque tornou-se, na velhice, um pacifista. Suas ideias batiam de frente com as igrejas e os governos, pregando uma vida simples e em proximidade à natureza.

Falaremos um pouco mais sobre este escritor durante o nosso projeto.






COMO SERÁ A LEITURA EM CONJUNTO?


As edições que possuímos desta obra têm aproximadamente 800 páginas e a narrativa é dividida em 8 partes de, aproximadamente, 100 páginas cada uma. Pensamos que uma forma tranquila de ler é cumprir a meta de 1 parte a cada 15 dias, ou seja, 50 páginas por semana. Assim, finalizaremos a leitura em quase 4 meses.

Então, seguiremos o cronograma abaixo:



QUINZENA DIAS PÁGINAS
19/08 A 01/09 PARTE 1
02/09 A 15/09 PARTE 2
16/09 A 29/09 PARTE 3
30/09 A 13/10 PARTE 4
14/10 A 27/10 PARTE 5
28/10 A 10/11 PARTE 6
11/11 A 24/11 PARTE 7
25/11 A 08/12 PARTE 8




Então, gente, o que vocês acharam? De 50 em 50 páginas chegaremos até o mês de dezembro com a leitura completa de Anna Karenina, de Leon Tolstói!

Estamos muito animados para compartilhar nossas ideias sobre a obra e as nossas impressões da leitura, então, criamos um grupo no Facebook para podermos conversar melhor e dividir essas nossas experiências.


Acesse aqui: http://www.facebook.com/groups/1382773908508836/



Esperamos que vocês gostem desse projeto assim como nós estamos gostando de organizar e que venham conversar sobre literatura e cultura russa com a gente!








Ana Karina (ou só Karina) é a criadora e autora do blog Da Literatura. É gaúcha de Porto Alegre, geminiana tagarela e mãe da Capitu. Atua como professora de Literatura e Língua Portuguesa da rede municipal e ama a sua profissão. Viciada em livros, cinema, arte e cultura geek. Adora viajar, conversar e fazer piadas sem graça.

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário