SÉTIMA ARTE: JURASSIC WORLD: REINO AMEAÇADO

07/06/2018






3 anos depois dos acontecimentos do filme anterior, só restaram do parque Jurassic World os escombros e os dinossauros vivendo soltos na ilha Nublar. Eis que o vulcão que existe nela entra em erupção, ameaçando trocar o status de todas aquelas criaturas para “extinto” novamente.
Em uma contagem regressiva para o fim definitivo do Jurassic World, o governo americano precisa decidir se intervém e salva a vida dos dinossauros, ou se esse evento é uma mensagem da natureza, corrigindo os erros do homem - que não devia ter trazido esses monstros de volta à vida em primeiro lugar - e, portanto, deixar que o que tiver de acontecer, aconteça, seria a solução mais sensata.

Esse é o cenário de entrada de Jurassic World: Reino Ameaçado (Jurassic World: Fallen Kingdom), que nos traz de volta Claire (Bryce Dallas Howard), agora tentando salvar os dinossauros por outros meios, o que a leva de encontro a um homem chamado Eli Mills (Rafe Spall, do episódio de natal da segunda temporada do Black Mirror), que tem um plano endossado por um dos criadores do Jurassic Park original, o sr. Lockwood (James Cromwell): ir à ilha Nublar, buscar os dinossauros e levá-los a uma outra ilha, um santuário, para que possam viver livres e sem a interferência humana. Claire topa na hora e convence Owen (Chris Pratt, heroizaaaço, carisma absoluto!) a encarar a missão junto com uma “páleoveterinária” - sim, isso existe! -, Zia Rodriguez (Daniella Pineda, de The Originals) e um tech guy, Franklin (Justice Smith), com quem eu me identifiquei absurdamente! Ele tem um pavor totalmente racional de voar de avião, sente um desconforto completamente justificável frente à natureza e se borra de medo do T-Rex, tudo igualzinho ao autor deste texto. Tudo lindo! Time formado e pronto para ajudar uma equipe de mercenários a capturar os animais e levá-los ao santuário. Ou, ao menos, é isso que Claire pensa que vai acontecer…






Jurassic World é um filme de monstro em sua essência. Tem todos os clichês do gênero, e isso não é uma coisa ruim. Ele cumpre seu propósito: diversão. Está tudo lá. O cara que escapa por um triz de ser devorado por um T-Rex para depois ser comido por outro dinossauro maior. Chris Pratt parando o velociraptor com a mão esticada (muitas vezes!). Novas espécies muito loucas de dinossauros, aprontando altas confusões. Aquela ocasional cena dramática para colocar uma vírgula no meio da ação. Explosões, chuva de lava, correria no meio da floresta com queda do penhasco direto na água (a cena do veículo redondo do primeiro filme caindo na água é a melhor do filme, veja em 3D!). Nada disso é novo, muito menos original, mas é bacana pra caramba!


A velociraptor Blue, que rouba a cena sempre que aparece, vai te deixar com vontade de ter um velociraptor em casa.



Se você é como eu, que sabe o que esperar de um blockbuster e não se importa com cenas impossíveis ou sobre-humanas, pois esses filmes são feitos disso, pode pegar a pipoca e o refrigerante grandes e ir pro cinema, que a diversão está garantida.

Jurassic World: Reino Ameaçado foi escrito por Colin Trevorrow e Derek Connolly (mesmos autores do filme anterior) e dirigido por J.A. Bayona (de O Impossível).
O filme estreia hoje em todos os cinemas do país.


Confira também uma mini-resenha sobre o filme no podcast Geekburger Snack #005 - Jurassic World: Reino Ameaçado, do Geekburger.






(Clique com o botão direito e escolha “salvar destino como”)



*Esta resenha foi escrita por Luis Volkweis.




VIRA PÁGINA PODCAST: PILOTO

05/05/2018


Oi, gente!

Tem novidade estreando aqui no site. Há algum tempo - pouquíssimos meses, aliás - eu conheci o Edson "Godoka" (até agora eu não sei a origem desse apelido...) e o Vinícius, ambos do Super Amiches. Eles estavam a fim de iniciar um projeto: um podcast literário. Bom, vocês sabem que basta eu escutar a palavra "projeto" que já me candidato para fazer parte, né? Sou praticamente o etezinho do meme.




Então, nosso podcast se chama Vira Página e nesse primeiro episódio falamos sobre tudo e sobre nada. Ele está repleto de coisas provisórias já que não temos ainda uma abertura, nem um logo (ô, Luis, te mexe aí!), mas temos muita vontade de falar dos livros de que gostamos. Mesmo que seja de um jeito um tanto transtornado. 

Sem mais delongas, deem o play e se divirtam (ou não).


LEITURAS DE MAIO

03/05/2018

Oi, gente!

Hoje eu vim mostrar para vocês o que pretendo ler neste mês de maio. Minha vida passou por algumas mudanças neste ano (quando que eu não estou correndo, não é mesmo?) e eu me atrasei nas metas do ano.

Para resolver essa situação, lerei a meta do mês e algum livro que está atrasado na meta do ano. Acredito que até o mês de agosto tudo estará resolvido... (oremos!)

Vamos ver quais são os livros?



A incendiária - Stephen King





Sinopse do livro: 
Uma criança com o poder mais extraordinário e incontrolável de todos os tempos. Um poder capaz de destruir o mundo. Após anos esgotado no Brasil, A Incendiária volta às livrarias como parte da Biblioteca Stephen King, coleção de clássicos do mestre do terror em edição especial com capa dura e conteúdo extra. No livro, Andy e Vicky eram apenas universitários precisando de uma grana extra quando se voluntariaram para um experimento científico comandado por uma organização governamental clandestina conhecida como “a Oficina”. As consequências foram o surgimento de estranhos poderes psíquicos — que tomaram efeitos ainda mais perigosos quando os dois se apaixonaram e tiveram uma filha. Desde pequena, Charlie demonstra ter herdado um poder absoluto e incontrolável. Pirocinética, a garota é capaz de criar fogo com a mente. Agora o governo está à caça da garotinha, tentando capturá-la e utilizar seu poder como arma militar. Impotentes e cada vez mais acuados, pai e filha percorrem o país em uma fuga desesperada, e percebem que o poder de Charlie pode ser sua única chance de escapar.


Quem me conhece sabe que sou bastante fã de Stephen King, leio a obra deste escritor desde os meus 13 anos de idade e ainda não tive a oportunidade de ler A incendiária. Essa edição da Suma de Letras é linda e quem quiser me dar de presente, agradeço! hahaha... (não custa tentar, né?)

Participarei da discussão desta leitura no dia 12 de maio com o pessoal do Vórtice Fantástico Poa. É a 4ª leitura do ano e estou bem animada porque King é rei, né gente!



As Duas Torres - J. R. R. Tolkien





Sinopse do livro:
As Duas Torres é a segunda parte da grande obra de ficção fantástica de J. R. R. Tolkien, O Senhor dos Anéis. É impossível transmitir ao novo leitor todas as qualidades e o alcance do livro. Alternadamente cômica, singela, épica, monstruosa, diabólica, a narrativa desenvolve-se em meio a inúmeras mudanças de cenários e de personagens, num mundo imaginário absolutamente convincente em seus detalhes.

A Comitiva do Anel se divide. Frodo e Sam continuam a viagem, descendo sozinhos o Grande Rio Anduin - mas não tão sozinhos assim, pois uma figura misteriosa segue todos os seus passos... O restante da comitiva parte em busca de Merry e Pippin, capturados pelo inimigo.


Eu AMO O Senhor dos Anéis e, neste ano, o Clube do Livro Online está promovendo a maratona Jornada pela Terra-Média. Estamos lendo O Hobbit e os 3 volumes de O Senhor dos Anéis. A discussão será realizada em junho. Para saber mais, clique aqui.



Eu, Robô - Isaac Asimov





Sinopse do livro:
'Eu, robô' reúne os primeiros textos de Isaac Asimov sobre robôs, publicados entre 1940 e 1950. São nove contos que relatam a evolução dos autômatos através do tempo, e que contêm em suas páginas, pela primeira vez, as célebres 'Três Leis da Robótica' - os princípios que regem o comportamento dos robôs e que mudaram definitivamente a percepção que se tem sobre eles na literatura e na própria ciência.


Uma das leituras do mês do Clube do Livro Online. Neste mês de maio, teremos um Desafio Nerd e nos dividiremos em duas equipes: Cientistas X Robôs. Adivinhem qual é a minha?



O Conto da Aia - Margaret Atwood





Sinopse do livro:
Escrito em 1985, o romance distópico O conto da aia, da canadense Margaret Atwood, tornou-se um dos livros mais comentados em todo o mundo nos últimos meses, voltando a ocupar posição de destaque nas listas do mais vendidos em diversos países. Além de ter inspirado a série homônima (The Handmaid’s Tale, no original) produzida pelo canal de streaming Hulu, o a ficção futurista de Atwood, ambientada num Estado teocrático e totalitário em que as mulheres são vítimas preferenciais de opressão, tornando-se propriedade do governo, e o fundamentalismo se fortalece como força política, ganhou status de oráculo dos EUA da era Trump. Em meio a todo este burburinho, O conto da aia volta às prateleiras com nova capa, assinada pelo artista Laurindo Feliciano.


Esse livro fez parte de discussões de dois clubes de leitura de que participo e vergonhosamente eu não consegui finalizar!!! Então, é questão de honra eu terminar esse livro em maio.



O Guia Definitivo do Mochileiro das Galáxias - Douglas Adams





Sinopse do livro:
Pela primeira vez, reunimos em um único volume os cinco livros da cultuada série O Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams. 
Com mais de 15 milhões de exemplares vendidos, a saga do britânico esquisitão Arthur Dent pela Galáxia conquistou leitores do mundo inteiro. O humor ácido e as tramas surreais de Douglas Adams se tornaram ícones de uma geração e seguem fascinando - e divertindo - leitores de todas as idades. Pegue sua toalha, embarque nessa aventura improvável e, é claro, não entre em pânico! 


O Guia do Mochileiro das Galáxias
Segundos antes de a Terra ser destruída para dar lugar a uma via expressa interespacial, Arthur Dent é salvo por Ford Prefect, um E.T. que fazia pesquisa de campo para a nova edição de O Guia do Mochileiro das Galáxias. Pegando carona numa nave alienígena, os dois dão início a uma alucinante viagem pelo tempo e pelo espaço. 



O Restaurante No Fim do Universo
Arthur Dent e seus quatro estranhos companheiros viajam pela Galáxia a bordo da nave Coração de Ouro, em uma busca desesperada por algum lugar para comer. Depois de fazer a refeição mais estranha de suas vidas, eles seguem pelo espaço e acabam descobrindo a questão sobre a Vida, o Universo e Tudo Mais. 



A Vida, o Universo e Tudo Mais
Arthur Dent passou os últimos cinco anos abandonado na Terra pré-histórica, mas ainda acordava todos os dias com um grito de horror. No entanto, talvez fosse melhor continuar nessa tediosa rotina do que ser arrastado para a sua próxima missão: salvar o Universo dos temíveis e infelizes robôs xenófobos do planeta Krikkit. 



Até Mais, e Obrigado Pelos Peixes!
Depois de viajar pelo Universo, ver o aniquilamento da Terra, participar de guerras interestelares e conhecer criaturas extraordinárias, Arthur Dent está de volta ao seu planeta. E tudo parece estranhamente normal - exceto pelo desaparecimento dos golfinhos. Disposto a desvendar esse mistério, ele parte em uma nova jornada.



Praticamente Inofensiva
Após muitos anos vivendo separados, cada um em um canto mais insondável do Universo, Arthur Dent, Ford Prefect e Tricia McMillan se reencontram. Mas o que deveria ser uma festejada reunião de velhos amigos se transforma numa terrível confusão que põe em risco - mais uma vez - a vida de todos. 



Eu nunca li todos os livros da série O Guia do Mochileiro das Galáxias. Aí que eu comprei o volume único, com os 5 livros e até agora não realizei a leitura. Convidei os meus novos amiguinhos de projetos literários - o Edson e o Vinnie (em breve falarei sobre o Vira Página para vocês) - , para lermos em conjunto. Adivinhem? Não li. Mas neste mês farei isso.



E você já sabe que livros lerá neste mês? Fale para mim!


*Imagens retiradas da Internet. As sinopses dos livros são do Skoob.


José de Alencar e o Dia Nacional da Literatura Brasileira

01/05/2018

Você sabia que hoje é Dia Nacional da Literatura Brasileira? Esta data foi escolhida para homenagear a nossa literatura por ser o aniversário de um dos nossos escritores mais representativos: José de Alencar.

Vamos conhecer um pouco sobre o escritor?


José Martiniano de Alencar (1829 -1877)


SÉTIMA ARTE: LADY BIRD: A HORA DE VOAR

07/02/2018

Título original: Lady Bird
Lançamento no Brasil: 15 de fevereiro de 2018
Direção de Greta Gerwig
Roteiro de Greta Gerwig.
Elenco: Saoirse Ronan, Laurie Metcalf, Tracy Letts, Lucas Hedges, Timothée Chalamet .
Gênero: Drama.
Duração: 94 minutos




SinopseChristine McPherson (Saoirse Ronan) está no último ano do ensino médio e o que mais deseja é ir fazer faculdade longe de Sacramento, Califórnia, ideia firmemente rejeitada por sua mãe (Laurie Metcalf). Lady Bird, como a garota de forte personalidade exige ser chamada, não se dá por vencida e leva o plano de ir embora adiante mesmo assim. Enquanto sua hora não chega, no entanto, ela se divide entre as obrigações estudantis no colégio católico, o primeiro namoro, típicos rituais de passagem para a vida adulta e inúmeros desentendimentos com a progenitora.


SÉTIMA ARTE: A FORMA DA ÁGUA

01/02/2018

Título original: The Shape of Water
Lançamento no Brasil: 1 de fevereiro de 2018
Direção de Guillermo Del Toro
Roteiro de Guillermo Del Toro e Vanessa Taylor.
Elenco: Sally Hawkins, Michael Shannon, Octavia Spencer, Doug Jones, Richard Jenkins.
Gênero: Fantasia, Romance, Horror, Aventura.
Duração: 123 minutos




SinopseEm meio aos grandes conflitos políticos e bélicos e as grandes transformações sociais ocorridas nos Estados Unidos, Elisa (Sally Hawkins), zeladora em um laboratório experimental secreto do governo, conhece e se afeiçoa a uma criatura fantástica mantida presa no local. Para elaborar um arriscado plano de fuga ela recorre a um vizinho (Richard Jenkins) e à colega de trabalho Zelda (Octavia Spencer).


.

INDICADOS AO OSCAR 2018

25/01/2018


Oi, gente!

Nesta última terça-feira, dia 23/01, foram revelados os nomes dos indicados ao Oscar 2018. Eu adoro assistir à cerimônia de entrega. A-DO-RO! Todos os anos eu faço maratona dos filmes indicados a Melhor Filme e vejo também filmes que são indicados a alguma categoria que eu goste de analisar.




Neste ano, será a 90ª cerimônia! Para quem não acompanha, o evento é promovido pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e premia os melhores atores, técnicos e filmes do ano anterior. Então, o Oscar 2018 irá premiar os filmes de 2017, entende?

Acontecerá no dia 4 de março de 2018, no Teatro Dolby, em Los Angeles, Califórnia. O anfitrião do evento será o comediante Jimmy Kimmel. É o segundo ano consecutivo em que ele é o cerimonialista.